Liga de Heróis Juventude Brasileira – 2ª Temporada (Episódio 1)

Conto escrito por André Garcia

amdreh@gmail.com

EPISÓDIO 1

PRÓLOGO – OS ALIENÍGENAS (12:20)

Numa nave em algum lugar próximo à órbita da Terra estão dois alienígenas:

— Aí, está tudo pronto. — Diz o alienígena baixinho.

— Certo. — Diz o mais alto — Finalmente vamos entrar de férias!

— Sim! — Sorri, empolgado, o baixinho. — Mal posso esperar pra dar uma volta na praia com a nave do meu pai.

— Vamos logo, não temos tempo a perder. Vamos iniciar a transmissão.

— Certo!

Ambos assumem um ar de seriedade, olham para a tela diante deles e o baixinho aperta um botão. A tela se acende e eles começam a dar risadinhas.

— Hehehe… Tá no ar. — Diz o baixinho.

— Fala aí, cara, hehehe…

— Hehehe… Fala você… Hehehe…

— Ah, fala aí, hihihi…

— Tá bom, eu falo.

— Deixa que eu falo, então.

— O quê?

— Eu vou falar.

— Não, quem vai falar sou eu.

— Agora eu que vou falar.

— Ok, vai fala, então!

— Tá, pode falar.

— O quê?

— Vai, fala aí.

— Pode falar.

— Não era você que ia falar?

— Sim, mas já que você quer tanto, então fala.

— Não, agora você vai falar pra largar de ser babaca.

— Não, você fala!

— Porra!

A transmissão, que havia invadido o sinal de todos os aparelhos de TV do planeta, é interrompida tão subitamente quanto começou. Antes que as pessoas pudessem entender o que tinha acontecido, a transmissão recomeça e o alienígena mais alto diz:

— Atenção, terráqueos. Nós somos de um lugar bem distante e estamos chegando ao planeta de vocês. Gostaríamos de deixar claro que viemos em paz. Tudo o que queremos é destruir a Terra.

— Isso. — Nós estamos de recuperação em ciências e a prova final vai ser um projeto. O nosso foi construir uma bomba capaz de explodir a Terra. Agora só precisamos provar que ela funciona e estamos de férias.

— Mas não entrem em pânico. Nós sempre oferecemos aos outros a chance de argumentar diplomaticamente.

— Ou seja, decidir na porrada.

— Nós vamos chegar ao seu planeta às, é… Que horas são?

— 12h25.

— Vamos chegar ao seu planeta às 14h e colocar a bomba na arena Richard Baker.

— Levem para lá os melhores dos seus defensores; se nos derrotarem e destruírem o controle em menos de 30 minutos, nada acontece com a Terra.

— Mas se vencermos… Será o fim do seu planeta!

Os dois dão uma gargalhada maligna que é interrompida quando o baixinho diz:

— Ai!

— O que foi?

— Aquela assadura que eu estou na bunda. Cadê o Hipoglós?

— Acabou. Usei tudo.

— Não acredito que você fez isso de novo! E agora como eu fico? Minha bunda tá pegando fogo! Opa, que bolinha vermelha é aquela ali?

— É o REC. Tá transmitindo, ué.

— Puta merda! Pensei que tinha cortado! Que vergonha… Será que eles ouviram sobre a assadura?

E, então, a transmissão é encerrada.

Anúncios